Balança comercial fecha 2021 com recorde histórico

Por Redação Oeste para Revista Oeste

03 de janeiro de 2022

Registros dão conta de resultado positivo de US$ 61 bilhões

A balança comercial fechou 2021 com recorde histórico. No ano passado, as exportações brasileiras superaram as importações, resultando em um saldo positivo de US$ 61 bilhões, o maior já registrado em um ano. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 3, pelo Ministério da Economia.

O resultado da balança comercial de 2021 foi 21% superior ao do ano anterior, quando os registros deram conta de um superávit de US$ 50,4 bilhões. Ainda em setembro, o saldo acumulado em 2021 já havia batido o valor recorde anual, US$ 56 bilhões, de 2017, segundo informou o governo federal.

No ano, nas exportações, houve crescimento de US$ 40,14 milhões (22%) em agropecuária; crescimento de US$ 122,34 milhões (62,4%) em indústria extrativa; e crescimento de US$ 120 milhões (26,3%) em produtos da indústria de transformação.

Já nas importações, houve crescimento de US$ 5 milhões (30%) em agropecuária; crescimento de US$ 26 milhões (100%) em indústria extrativa; e crescimento de US$ 205 milhões (35%) em produtos da indústria de transformação.

Balança comercial em 2022

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia prevê um saldo comercial de US$ 79,4 bilhões em 2022, o que representaria um aumento de 30,1% em relação ao resultado recorde registrado em 2021. O superávit do ano passado, de US$ 61 bilhões, foi divulgado pelo órgão nesta segunda-feira.

Matéria por Redação Oeste para Revista Oeste, publicada em 03 de janeiro de 2022.

faça parte da fundação

Inscreva-se e faça parte como um membro da Fundação. Contamos com seu apoio e participação.